Colocando seu email, você receberá todas as nossas atualizações.

Seguidores

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Segredos da comida congelada: pratos simples e refinados

Em uma apostila sobre alimentação achei essas dicas super legais. Então decidi dividir com vocês.

ESCOLHA BEM OS VEGETAIS QUE VÃO SER CONGELADOS:


Você pode congelar praticamente todos os vegetais, exceto os que vão ser consumidos crus, como alface, agrião, pepino e outras folhas verdes. Mas para que eles  conservem todas as suas propriedades precisam ser muito bem escolhidos e preparados convenientemente. Não esqueça que os cuidados começam na hora da compra: selecione vegetais frescos, tenros e de boa qualidade. Depois, lave cuidadosamente, desprezando as partes mais maduras ou machucadas e retire as cascas e sementes.
O próximo passo é escaldar, passando tudo por água fervendo misturada com uma colher (sopa) de suco de limão para os vegetais conservarem suas características naturais como cor e sabor, além de retardar a ação das enzimas e o desenvolvimento de algumas bactéricas. Para isso, é importante observar que o tempo de escaldamento varia de produto para produto:

  • abobrinha em rodelas 5 minutos
  • almeirão 3 minutos
  • acelga 2 minutos
  • couve 1,5 minutos
  • cenouras inteiras 5 minutos
  • milho em espigas 2 a 8 minutos
  • broto de feijão 2 minutos
  • palmito 3 minutos
  • madioquinha 1 minuto
  • beterrabas pequenas 3 minutos
  • beterrabas grandes 9 minutos e só corte depois de resfriada
  • cogumelos: devem ser fritos na manteiga por 4 minutos e embalados com a água que se junta durante a fritura.
  • Sala e outros temperos verdes: deixe escorrer a água, pique bem e embale em porções pequenas. Também podem ser congeladas em forminhas de gelo com água. 
  • Batata frita: deve ser frita normalmente, mas sem corar. Congele em aberto e só depois embale e armazene. Refrite antes de servir.
  • Os vegetais escaldados podem ser congelados até por um ano. Os pratos à base de vegetais até três meses. Já purê e legumes duram de seis a oito meses.
CONGELAMENTO: ECONOMIA DE TEMPO E DINHEIRO

È o método mais fácil e rápido de preservar o sabor, a textura, a aparência e o valor nutritivo de muitos alimentos. Sua praticidade é tão grande que é impossível ignorá-la. E as vantagens são muitas.

VANTAGENS DO CONGELAMENTO:

  • Você aproveita a safra, com economia de preço e esbanjamento de qualidade.
  • Você cozinha num só dia toda a comida da semana ou do mês.
  • Você está preparada para uma visita inesperada.
SEGREDOS DE UM BOM CONGELAMENTO

  • Para congelar, é essencial que todos os alimentos sejam de primeira qualidade, uma vez que o congelamento apenas preserva estas qualidades: não as desenvolve.
  • As carnes devem ser magras com pouca gordura, porque esta se deteriora mais rapidamente.
  • Peixes, aves, ovos e laticínios precisam ser frescos.
  • Os ingredientes dos pratos preparados também devem ser de primeira. Alguns não congelam bem e podem comprometer o prato.
  • A embalagem deve ser bem feita e apenas os alimentos frios devem ser embalados.
  • Nunca encha totalmente um recipiente quando for colocar líquidos ou semi-líquidos para congelar. Assim eles têm espaço para se expandir.
  • Não congela alimentos descongelados. Ficam moles e aguados.
  • Não confie na memória. Fica difícil distinguir um alimento do outro quando congelado. Etiquete tudo. Coloque o nome do prato, a quantidade e a data do congelamento.
EMBALAGEM: UM PONTO CRUCIAL:

  • Tudo o que for ficar no freezer deve ser cuidadosamente embalado e fechado para não entrar. Disso depende a conservação de suas propriedades.
TIPOS DE EMBALAGEM:

  • Sacos plásticos, bem resistentes. Vai ser a embalagem externa de tudo o que for ao freezer. E é a embalagem única para legumes, verduras e carnes cruas.
  • Travessa, pirex ou refratários: tudo que resiste ao forno, resiste ao freezer.
  • TV Dinner - são bandejas com divisórias internas que permitem guardar uma refeição individual.
  • Pratos e bandejas com tampa e sistema de fechamento manual.
  • Tigelas de plástico - as melhores são as que fecham a vácuo.
  • Também vale improvisar formas de gelo, copos plásticos...
  • Fita crepe para lacrar e vedar a embalagem, depois de tirar o ar.
O QUE NÃO CONGELAR:

  • Alface, pepino e outras verduras e legumes que você for usar crus em saladas ou que tenham muita água em sua composição.
  • Ovos crus, porque se quebram.
  • Creme de leite e queijos cremosos.
  • Pudins e cremes à base de maisena.
  • Maionese.
  • Macarrão cozido sem molho.
  • Banana, maçã, pêra e melão.
  • Tortas com merengue, bolos recheados com creme.
  • Gelatina pura.
  • E lembre-se sempre de que nada saído do freezer pode voltar: tem de ser consumido em seguida. A única exceção.
DESCONGELAMENTO

  • é tão importante quanto o congelamento. Pode ser feito de três maneiras:
  • Diretamente no fogo ou no forno.
  • À temperatura ambiente.
  • Lentamente na geladeira.
  • Quando for descongelar à temperatura ambiente ou na geladeira, não desembale.
ORGANIZAÇÃO:

  • O ideal seria que seu freezer tivesse uma temperatura constante. Cada vez que você abrir a porta, procure fazê-lo o mais rapidamente possível. Por isso etiquete tudo com cores diferentes. Por exemplo: vegetais cem etiquetas verdes; carnes, etiquetas vermelhas; pratos prontos, marrons; etc. Assim será fácil localizar o que procura.
RESFRIAMENTO:


  • Todo prato pronto ou vegetal, que tenha sido cozido no vapor, deve ser resfriado antes de ir para o freezer para cessar seu cozimento e não passar do ponto.
COMO RESFRIAR:

  • Coloque água numa bacia com gelo. Arrume o alimento no recipiente em que vai congelar e mergulhe na bacia. NO caso de vegetais, embale depois de tê-los resfriado. Só então leve ao congelador.
OQUE CONGELAR?

  • Claro que principalmente o que você gosta. Se você adora  cerejas, que só aparecem no mês de dezembro

OBS: Informação retirada da apostila 'Manual de fabricação de alimentos". Sem maiores informações.

19 comentários:

  1. Diana querida, que ótimas dicas! Obrigada por compartilhar, muito úteis.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Super informativo, obrigada! Beijos, Cecilia

    ResponderExcluir
  3. OLÁ DIANA!
    ÓTIMAS DICAS, VALEUUUUUUUUUU!!

    BEIJINHOS.......

    ResponderExcluir
  4. Oi Diana! Adorei as dicas. Uso muito meu freezer. Estou sempre fazendo testes para ver o q fica bom e o q não fica congelado.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Oi Di adorei as dicas, frequentemente congelo alimentos, pra adiantar a correria que é a nossa vida, e essas dicas vieram em boa hora. Vou salvar e levar comigo, obrigada por compartilhar amiga...beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Diana obrigado por esta importe informação.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  7. eu sou super adepta do congelamento e amei suas dicas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. obrigada pela a partilha sao muito boas parabens beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Dica excelente, pois em casa sempre congelo.
    Valeu!
    Abraços.

    Silmara
    www.casaefogao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Diana
    Obrigada pelas dicas, são sempre muito úteis!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Nossa eu adorei suas dicas!!!

    ResponderExcluir
  12. foi Ótimo seus conselhos vc e um amor de pessoa

    ResponderExcluir
  13. gostei muito das suas dicas de congelamento obrigada

    ResponderExcluir
  14. 10,bem interessante suas dicas, e parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
  15. Quero começar a fazer congelamento em casa, mas estou o que não gosto da comida congelada é a água em excesso que fica quando descongelamos. Existe algo que possa ser feito para evitar isso?
    Grata, Patrícia Rozendo
    pcarneiro@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Adorei as dicas,me ajudou muito,obrigada.

    ResponderExcluir